metodologia

O trabalho é realizado pelo a partir de ciclos contínuos que articulam quatro etapas: Mapeamento, Criação de Laços, Orientação para projeto e Autogestão local e global.

A primeira etapa consiste no mapeamento, por telefone, de grupos e pessoas com perfil artístico e/ou de engajamento em educação nos países que compõem os objetivos do projeto.  Atualmente estão conectados Angola-Brasil-Moçambique.

A partir da identificação de lideranças empreendedoras locais são realizados programas via conexão de voz pela internet em que as pessoas apresentam seus trabalhos, suas expectativas e desenvolvem afinidades.  Todo o conteúdo é gravado, e registrado através de fotos e vídeos.

Uma vez consolidada a afinidade cultural o projeto começa a debater sobre temas de organização social e produção de conteúdo local e com isso desenvolve uma articulação colaborativa entre os países com vistas ao diálogo para a regulamentação institucinal que represente a coletividade para a reivindicação de um espaço autônomo – hub – que possibilite a livre comunicação e a produção de conteúdos digitais locais e em co-produção.  Neste aspecto o projeto tem como inspiração a política federal brasileira de Ponto de Cultura.

Todo o processo visa que a representatividade local e a tolerância frente as diversidades entre as culturas possibilitem um processo de gestão colaborativa e construtiva a partir dos projetos que agreguem valor mutuamente.

A articulação entre os países da rede se desenvolve apoiada no diálogo nterncional com setor público, privado e sociedade civil organizada.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: